Caneca retrô, de vó, "aquela branquinha".


Se você é de Minas, com certeza já bebeu em uma dessas. Lembrou o cheiro de conforto e simplicidade?


Resistentes, cheias de personalidade e fáceis de transportar, os canecos se tornaram parte do dia a dia tanto de quem quer apenas ter um item diferente em casa ou no escritório, quanto de quem vai se aventurar em trilhas e acampamentos. 


Use e abuse!


Onde surgiram as canecas esmaltadas?


O primeiro registro desse método é de 13 a.C e a técnica teve um grande impacto na humanidade. Registros de impérios como Egípcio e Persa sobreviveram e podem ser apreciados e estudados até hoje.


Os persas coloriam metais e outros materiais com esmalte desde cerca do ano 200 depois de Cristo. Atualmente, chamamos de louça esmaltada somente aquela que leva a pintura sobre uma chapa de aço.


No século XVII, quase todas as produções artísticas religiosas envolviam o esmaltado. As coleções das grandes catedrais, que incluem cálices e outros artefatos utilizados no rito do catolicismo, eram decoradas dessa maneira.


Durante a Revolução Industrial, a técnica foi aperfeiçoada e começou-se a produzir objetos esmaltados em larga escala. Assim, foi possível forrar panelas e outros objetos em massa, impedindo que o gosto metálico ou de ferrugem impregnassem a comida.


Aproveite!

Receba nossas Ofertas e Novidades